terça-feira, 1 de julho de 2014

uns poemas

uns poemas
 
tecíamos quando falávamos
uníamos teias de reflexões
como aranhas mútuas de linguagem
uníamos costuramos sobre a mesa
cosemos, ponto por ponto, as bordas de uma
estrutura, de uma costura,
bordados sobre o meu ar
"e o cavalo na montanha"
 
 
 

2 comentários:

NOVOS POEMAS

Novos poemas na passarela na passarela se vai, escorrega, trabalha e cai, tranquiliza, na curva se desenvolve a reta ...