sábado, 5 de julho de 2014

Noite negra


Noite negra
Noite. Noite negra, nessa montanha.
Negra noite
Unidos pelo mesmo hálito,
o mesmo manto sem estrelas.
Nesse mundo, onde estamos nós?
Nessa noite negra. Tão negra
que deixamos acesa aquela luz.
Entre nós. Nossas luzes.
Negra noite.

2 comentários:

NOVOS POEMAS

Novos poemas na passarela na passarela se vai, escorrega, trabalha e cai, tranquiliza, na curva se desenvolve a reta ...